Periperi terá ruas interditadas a partir desta quinta-feira (28)

 Periperi terá ruas interditadas a partir desta quinta-feira (28)

Rua Ambrósio Calmon, em Periperi, terá trecho interditado (Foto: Max Haack/Secom)

Compartilhar

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), anunciou nesta quarta-feira (27) o fechamento de duas vias no bairro de  Periperi, no subúrbio ferroviário. O objetivo é ampliar o isolamento social no combate à pandemia do novo coronavírus.

A interdição, que começará a partir desta quinta (28) e durará inicialmente sete dias, ocorrerá nas ruas Carlos Gomes e Ambrósio Calmon, ambas no trecho entre a rua das Pedrinhas até o Mercado Municipal, serão interditadas pela Transalvador.

De acordo com o prefeito, somente moradores com comprovante de residência poderão acessar as regiões interditadas.

Além das interdições viárias, ficará suspensa a realização de quaisquer atividades econômica, formal e informal, no bairro. Será permitido, contudo, o funcionamento do serviços considerados essenciais, a exemplo de supermercados, farmácias e estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery, sem retirada no local, além de serviços de saúde.

Segundo ACM Neto, haverá também ações de proteção à vida que envolvem distribuição de máscaras, realização de testes rápidos, medição de temperatura, doação de cestas básicas para feirantes e ambulantes (que existem em grande quantidade na localidade), higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, apoio a instituições que atendam idosos, crianças e pessoas com deficiência e Cras Itinerante.

De acordo com a gestão municipal, todas essas iniciativas poderão ser prorrogadas. Atualmente, outros sete bairros de Salvador passam pelas mesmas medidas regionalizadas e ações de proteção à vida. São eles: Plataforma, Lobato, Brotas, Liberdade, Cosme de Farias, Massaranduba e Uruguai.

Mortes na região acenderam alerta

Na coletiva, realizada no Centro Espírita Cruz da Redenção, ACM Neto fez a entrega de cestas básicas destinadas a entidades sociais da região. O prefeito, entretanto, demonstrou preocupação com o número de casos positivos para Covid-19 registrados em Periperi e no subúrbio como um todo. Até terça (26), o bairro havia registrado 65 casos positivos, dos quais 55 apenas em maio, com dez mortes.

“Apenas nos últimos sete dias, Periperi teve 26 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. Por isso, decidimos adotar aqui as medidas regionalizadas e ações de proteção à vida. Além desse fator, há um relaxamento do isolamento social. Esperamos, com essas medidas, mudar esse cenário e conscientizar os cidadãos e cidadãs, como fizemos em outros locais, a exemplo do Bonfim e Boca do Rio”, disse o prefeito, que estava companhado do vice-prefeito Bruno Reis (DEM).

Ao falar sobre o avanço do coronavírus no subúrbio, ACM Neto divulgou que, até terça, Plataforma e no Lobato, também no subúrbio, contabilizavam, respectivamente, 74 e 71 casos confirmados.

Bahia.Ba

*Todos os comentários são de responsabilidade dos seus autores